Menopausa

A Terapia de Reposição Hormonal é supostamente a forma mais rápida e recente de controlar o processo natural de envelhecimento e as mudanças hormonais a ele inerentes. 

Não há muitas soluções à disposição dos médicos convencionais, que não provoquem efeitos secundários adversos ao organismo.

A toma prolongada de estrogénio pode provocar os mais variados sintomas de entre os quais se destacam:

 

-inchaço abdominal
-aumento de peso
-irritabilidade e por vezes depressão
-entre os primeiros 3 a 6 meses, surgem manchas vaginais em cerca de 30 a 50% das mulheres que tomam estrogénio e progesterona

 

Os principais riscos desta terapia são:

 

-aumento da probabilidade de desenvolvimento de cancro da mama em cerca de 25% e para o cancro do útero em cerca de 8%, sendo esta probabilidade superior em mulheres com antecedentes familiares e história clinica da doença. 
-hemorragias vaginais não diagnosticadas
-doença hepática
-doenças associadas a Vesícula Biliar
-doença pancreática
-coágulos sanguíneos
-AVC
-Ataque cardíaco 


Os riscos secundários:


-hipertensão
-doenças benignas da mama e do útero
-endometriose 
-pancreatite
-epilepsia
-enxaqueca

 

Abordagem Homeopática:

 

A homeopatia é a melhor forma de repor os valores hormonais de uma forma natural e sem recorrer a medicação que provoca efeitos secundários adversos. 

O tratamento constitucional homeopático é melhor recebido no período de entrada na menopausa, para minimizar toda a sintomatologia inerente ao fenómeno.

Ao abordar o individuo como um todo e analisando a soma totalitária da sintomatologia para definir a medicação adequada, a homeopatia reestabelece o equilíbrio funcional e hormonal do organismo de uma forma gradual e natural.

Homeopatia e Menopausa
Homeopatia e menopausa
Homeopatia e menopausa
Homeopatia insónia